100%

Hoje é o último dia para inscrições no concurso público da Câmara de São Ludgero

Hoje sexta - feira, 23 de fevereiro, é o último dia de prazo para inscrições no concurso público da Câmara Municipal de Vereadores de São Ludgero.
No site da Câmara Municipal de São Ludgero você acessa o edital para o concurso Nº 001/2017. O concurso é para o preenchimento de duas vagas, a de recepcionista e Assessor Jurídico. A vaga de Assessor Jurídico, com carga horária de 20 horas e vencimentos de R$3.111,67, é de Nível Superior com registro no órgão competente (OAB). Já o cargo de recepcionista é de Ensino Médio, com carga horária de 40 horas e vencimentos de R$1.575,32.

Atribuições
Assessor Jurídico: Assessoria Jurídica direta aos vereadores no exercício de suas funções, emissão de pareceres sobre qualquer assunto de interesse da câmara, defesa ou ingresso judicial ou extrajudicial e ações, revisar e elaborar atos administrativos e projetos de lei de iniciativa do legislativo.

Recepcionista: Recepcionar o público externo, atendimento telefônico, digitação de documentos, organização de arquivos diversos. Receber e encaminhar pessoas e correspondências, leva-traz documentos e objetos.

Inscrições
De 10/01/2018 a 23/02/2018.

 As inscrições via Internet poderão ser realizadas a partir das 9h do dia 10 de janeiro de 2018 até às 23h59min, do dia 23 de fevereiro de 2018, pelo site www.concursosss1.com.br. A taxa de inscrição para a vaga de Assessor Jurídico é de R$100,00 e para recepcionista R$60,00. Vale ressaltar que para efetivar a inscrição no concurso público, a taxa deverá ser paga até o prazo final, dia 23 de fevereiro.

Data
A Prova Objetiva, para todos os cargos será aplicada em 18/03/2018, em local e horário a serem divulgados quando da homologação das inscrições.
Para acessar todos os dados do edital click no link: (EDITAL)
- REGIMENTO INTERNO
- LEI ORGÂNICA MUNICIPAL 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 23/02/2018 - 07:55:29 por: Amilton Becker - Alterado em: 23/02/2018 - 07:56:16 por: Amilton Becker

Notícias

Confira as matérias deliberadas na sessão ordinária de segunda-feira, 18 de junho de 2018.
Confira as matérias deliberadas na sessão ordinária de segunda-feira, 18 de junho de 2018.

Projeto de Resolução Nº 03/2017, que institui no âmbito do município de São Ludgero a Câmara Mirim.

Art. 1º - Fica instituído no âmbito do Município de São Ludgero, Estado de Santa Catarina, o programa VEREADOR MIRIM, com o objetivo geral de promover a interação entre a Câmara Municipal e a escola, permitindo ao estudante participar do processo legislativo e compreender o papel do Poder Legislativo Municipal dentro do contexto social em que vive, contribuindo assim para a formação de sua cidadania e compreensão dos aspectos políticos da sociedade brasileira, proporcionando sua conscientização sobre a participação política ativa na vida do meio social.

Confira as matérias deliberadas na sessão ordinária de segunda-feira, 04 de junho de 2018.
Confira as matérias deliberadas na sessão ordinária de segunda-feira, 04 de junho de 2018.

No expediente foram registrados: Oficio da Prefeitura Municipal de São Ludgero encaminhando o Projeto de Lei Ordinária Nº 24/2014, que autoriza o chefe do Poder Executivo a celebrar termo de colaboração com a APAE de São Ludgero. Após a leitura foi encaminhado para a análise das comissões de Constituição e Finanças e de Saúde, Educação e Cultura.
Oficio da Prefeitura Municipal de São Ludgero encaminhando o projeto de Lei Ordinária Nº 25/2014, que autoriza o chefe do Poder Executivo Municipal a sortear bicicletas aos participantes da caminhada em comemoração ao aniversário do Município. Após a leitura foi encaminhado para a análise das comissões de Constituição e Finanças e de Saúde, Educação e Cultura.

Projeto aprovado visa banir árvore africana de São Ludgero
Projeto aprovado visa banir árvore africana de São Ludgero

Fica vedado não só o plantio, mas também a produção de mudas da “Spathdea Campanulata”, também conhecida como “Espadótea, “Bisnagueira”, “Tulipeira – do – Gabão”, “Xixi – de – Macaco” e “Chama – da – Floresta”. O projeto ainda incentiva a substituição das existentes no Município.