100%

Resumo da Sessão da Câmara Municipal dia 16 de março de 2015

Oficio Nº 29/2015, da Prefeitura Municipal de São Ludgero encaminhando o Projeto de Lei Ordinária Nº 05/2015 e Projetos de Leis Complementares Nº 02/2015, 03/2015 e 04/2015.

Na Ordem do Dia foram deliberadas:

Indicação Nº 12/2015, de autoria do vereador Jairo Luiz Borges solicitando ao Executivo Municipal que tome as devidas providências para cessar a invasão de terra, quando das chuvas, no trecho com pavimentação asfáltica da rua Dona Gertrudes.

Indicação Nº 13/2015, de autoria do vereador Jairo Luiz Borges, solicitando, ao Executivo Municipal, que tome as devidas providências no sentido de realizar a limpeza na área em frente ao Educandário do bairro Divina Providência. As indicações foram aprovadas por unanimidade.

No espaço destinado às explicações pessoais fizeram uso da tribuna os vereadores Moadir Matias, Jairo Luiz Borges, Lucas Peters, Leo Fuchter, Valerio Becker e Edemilson Daufenbach. 

Confira o uso da tribuna:

MOADIR MATIAS (PSD):
O vereador disse em seu discurso na tribuna, que como ele tem acesso e trabalha como funcionário público, poderia levar diretamente as solicitações aos secretários do Executivo Municipal, mas disse que pensando bem, seria melhor passar pela Casa Legislativa, para mostrar que ele fez o pedido.
Disse que na saída, no portal do município, tem janelas abertas e estão quase caindo, que a qualquer momento pode cair em cima de algum carro, podendo gerar um grave acidente, disse que já levou a informação ao secretário mas não foi dado a devida atenção até o momento, então pediu que o líder do governo levasse a informação, Moadir falou que vai fazer as indicações sempre na Casa, por que não está sentindo do executivo o interesse em resolver as coisas de uma forma rápida sobre um assunto tão sério.
Em outro momento, reforçou indicação que foi feita na Casa, sobre a pintura da faixa de pedestres, contou que quase foi atropelado junto com sua filha, porque os motoristas dos carros enxergam as faixas, disse que esse pedido já foi feito várias vezes na Casa, que está há um mês e já ouviu várias vezes o mesmo pedido. Falou que faz parte da comissão de constituição e finanças e onde muitas vezes chega algo com muita pressa, e dão uma força, ênfase para que o serviço se desenvolva bem, tanto no Executivo quanto no Legislativo, então por esse motivo pede um pouco mais de carinho com as indicações dos colegas e as suas também, citou que como o trabalho do Executivo tem que sair ligeiro o dos vereadores também é muito importante, pois recebem pedidos de extrema importância e disse que não quer acreditar que não é dado o devido valor.
Aparte o Vereador Edemilson Daufenbach (PSD), disse que vai levar estas questões das indicações ao executivo municipal, cobrar atenção do prefeito, falou que se for pra ter parcerias tem que ser dos dois lados.
 
Jairo Borges (PSDB):
 
Começou seu discurso parabenizando os festeiros do Mar Grosso, disse que participou sábado na comunidade de um “entrevistão”, e que infelizmente só tinha ele de vereador, falou que os vereadores tem que participar mais dos eventos que são convidados, parabenizou a organização da festa da comunidade.
Em um outro momento falou sobre a falta de limpeza na frente do Educandário Divina Providência, disse que fizeram o corte do mato no dia da entrada de sua indicação, mas faz muito tempo que esta limpeza não estva sendo feita, que o local estava há meses abandonado, muito tempo oferecendo riscos com animais peçonhentos, proliferação de insetos e que isso acaba deixando o bairro com aspecto de mal cuidado, falou sobre uma pavimentação recém feita no bairro e citou que não tem calçada e o mato está dominando o calçamento, Jairo falou que trouxe as fotos que foram exibidas no telão, para que a população veja, disse que não adianta fazer pavimentação nova e não ter cuidados, que tem que ter limpeza, fazer calçadas, disse que a Divina Providência é um bairro muito importante para o município, falou que quando chega a época de eleição é um “brigueiro” para pedir voto na comunidade, mais cuidar do bairro se esquecem, disse que ano que vem tem eleição vai estar todo mundo lá de novo.
Pediu ao Executivo que olhe com carinho as indicações que mandou, para que cuide da Divina que é um grande bairro da cidade.
Jairo disse que há grande quantidade de terra em cima do asfalto na rua Dona Gertrudes de acesso a Cegero e também na Avenida Monsenhor Frederico Tombrock, falou que qualquer dia não terá mais asfalto só terra, comentou que, as pessoas, vereadores tem que cobrar sobre estas situações, mencionou que no trajeto em que o pessoal caminha em direção a Cegero, o mato está invadindo também a calçada, pediu que o Executivo limpe arrume a situação, que não é só fazer asfalto, politicagem, disse que pra ele isso parece politicagem, tem que mostrar o que o povo está reclamando.
Jairo agradeceu o vereador Moadir Matias (PSD), por ter pedido respeito pelas indicações e disse que já está brigando por isso há algum tempo, perguntou ao líder do governo se ele trouxe a resposta solicitada na semana passada.
Aparte o vereador Léo Fuchter (PMDB) disse que passou as informações ao Executivo municipal, falou que eles estiveram viajando, e apenas na segunda-feira pela manhã começaram o expediente na prefeitura e não mandaram a resposta.
Jairo Borges (PSDB) disse que já imaginava que viria esta resposta, falou que nunca tem resposta, nunca vem por escrito, só falam bonito, mas tudo bem o povo tá vendo, disse que vai começar a mostrar a realidade e quer ver agora quem vai ser oposição ou situação, disse que pra ele quem está fazendo oposição é o Executivo não é o vereador Jairo Borges, então se é pra ter oposição ele vai ter oposição.
 
Vereador Lucas Peter (PP):
 
O vereador pediu em seu discurso para que o líder do governo leve a informação ao Executivo, sobre alguns buracos próximo a Cegero, que neste local tem um buraco muito grande no “passeio” e pode acabar desmoronando junto com o asfalto.
Falou que na estrada para a Comunidade da Nova Estrela, foi patrolado mas tem alguns lugares que precisam de drenagem.
O vereador falou sobre roçagem de lotes vazios, que alguns moradores lhe pediram para que seja feito algo sobre isto e que o mato está muito alto.
O vereador falou sobre a oportunidade de viajar junto com o prefeito para Brasília, disse que foi a primeira oportunidade que teve de ir a Brasília e disse que foi bem produtivo, citou que foram no ministério das cidades onde foi assinado projeto de R$ 1,5 mi, da Caixa Econômica, disse que não é porque viajou com o “pessoal do PMDB”, que vai se juntar com eles, disse que foi junto buscar recursos para o município, e que todos vereadores deveriam também buscar pelo município e não só pelo partido, lá em Brasília tem que plantar para colher no futuro, disse que conheceu a Câmara dos deputados e o Senado, junto com seu amigo do PP Valmir Brati, citou o deputado Jorge Boeira dizendo que ele vai ajudar muito o município de São Ludgero.
Finalizou seu discurso parabenizando a organização da festa do Mar Grosso.
 
Vereador Léo Fuchter ( PMDB )
 
O vereador trouxe respostas a pedido do presidente da Associação de Alunos de Orleans, através de um texto trazido para esclarecer questionamentos feitos na Casa, a respeito do aumento dos preços, no transporte de Universitários de São Ludgero.
Ele explica que devido alguns problemas pela falta de pagamento da parcela da mensalidade de Dezembro por parte de alguns alunos a parcela foi cobrada de forma antecipada, está sendo cobrada duas mensalidade no primeiro mês e em dezembro não será cobrada, devido esta falha a associação ficou inclusive em débito com alguns motoristas e agora houve também um aumento no salário da categoria em um patamar superior a inflação, esse repasse foi feito aos alunos para garantir a saúde financeira da entidade que cuida do transporte, por fim a diretoria diz que se alguém não estiver gostando da forma administrar abre mão dos cargos para quem quiser assumir.
Em um segundo momento o vereador agradeceu e parabenizou a equipe de Bocha de São Ludgero que conquistou o segundo lugar na Taça Santa Catarina de Bocha Rafa Vollo, realizada em são Ludgero.
Falou sobre projeto de lei, que foi entregue para analise na Casa Legislativa, disse que esse projeto tem o objetivo, criar um plano de pavimentação particular, disse que esse projeto é uma iniciativa dele juntamente com Paulo Sérgio Lorenzetti (PR), e Valério Becker (PMDB).
Disse que são muitos moradores que o procuram com interesse de fazer a pavimentação particular de suas ruas, porém não sabem como proceder, disse que o objetivo é facilitar a organização particular, já que muitas vezes as pessoas não querem esperar pela prefeitura ou por algum recurso federal. Disse que o projeto autorizaria as pessoas a se organizarem, e mediante a um termo de anuência, a se inscreverem no Executivo Municipal, para que, aí sim, façam os orçamento, dividam e paguem a obra.
Léo fuchter, falopu que, considerando os quatro anos de gestão, a lei possibilitaria, que o município incentivasse com a ausência do IPTU, nos quatro anos subsequentes a obra e claro a ausência total da contribuição de melhorias, já que estão realizando de maneira particular.
Disse que é um pequeno incentivo mas que serve de opção para as pessoas e que o projeto prevê ainda a continuidade do revestimento já existente, para que se mantenha um padrão.
Para finalizar pediu para que os demais vereadores olhem com carinho para este projeto.
 
 
Valério Becker ( PMDB ):
 
Primeiramente agradeceu o Presidente Edemilson Daufembach (PSD) por liberar ele e o vereador Lucas Peters (PP) para viajar a Brasília, disse que trabalharam muito por lá, pois andar atrás do prefeito não é fácil.
Disse que trazem novidades, que vai chegar para São Ludgero a liberação de uma escavadeira hidráulica, que participaram da habilitação do município do programa PAC3, e a liberação de R$ 1,5 milhões, articulação para liberação de recursos para pavimentação das ruas Orleans e Cônego Bernardo Fuchter, e também acompanharam processo para liberação de recursos para pavimentação das ruas Dona Verônica, Prefeito Luiz Fuchter e Francisco Buss.
Disse que acompanharam também tratativas de liberação do pagamento do PAC2, que comtempla os bairros Nossa Senhora Aparecida e Divina Providência, e a solicitação da escola e creche no bairro encosta do sol.
Falou que estiveram com seus deputados o Edinho Bez e Ronaldo Benedet e disse que espera um bom resultado a respeito destes dois deputados por terem feito um bom trabalho para elege-los aqui. Disse que visitaram também o deputado Jorge Beira, Amin, Jorginho Mello, Marcos Tebaldi, Geovana de Sá e também foram no deputado João Rodrigues que disse que vai mandar o prometido para o CTG de São Ludgero.
Disse que fizeram pedidos para todos os deputados e visitaram os gabinetes dos senadores Dário Berger e Luiz Henrique. Valério disse achar que vem bastante recurso para São Ludgero e só tem a agradecer.
Aparte o vereador Jairo Luiz Borges (PSDB) falou que gostaria de declarar para a imprensa, que eles estiveram nos deputados do PSDB, e que ele junto com o vereador Laudi da Silva (PSDB), fizeram oficio de R$500.000, e o prefeito levou em mãos para o Marcos Tebaldi e R$250.000 para a Geovana de Sá, disse que gostaria de falar que o PSDB não está sendo oposição, e mencionou que o 1,5 milhões que foi citado anteriormente por Valério é um financiamento que foi a provado, não é de graça.
Valério Becker (PMDB), disse que ficou chateado, porque que fizeram a primeira viagem para Brasília e escrevem no jornal, que foram jogar dinheiro no ralo, falou que ele e o vereador Lucas Peters (PP), são vereadores pela primeira vez e nem sabem o que é jogar dinheiro no ralo.
Disse que eles tem o direito de ir lá trazer algum recurso para o município, disse que as despesas da câmara são uma, e da prefeitura são outras, disse que gastaram cerca de 6 mil reais na viagem e disseram no jornal que jogaram 20 mil pelo ralo.
Aparte o vereador Léo Fuchter (PMDB), disse que quem informou os gastos de R$20.000 não estava bem informado, pois foram gastos pela prefeitura R$ 6.200 e pela câmara mais R$6.700, disse que se ninguém for lá pedir o dinheiro não vem, se for lá expor as necessidade, defender os projetos e cobrar os projetos ficaram lá comendo poeira.
O vereador disse que pelo tanto de recursos que vieram ultimamente, solicitados diretamente em Brasília, chega a ser criminoso dizer que este gasto é um desperdício, porque o sistema político obriga a ir lá pedir. E falou que foi questionado se precisava ir todo mundo? Disse que respondeu, flanado que quando o prefeito foi a primeira vez alguém o levou, é preciso ensinar o caminho, disse que não considera isso um desperdício e sim um investimento.
 
Vereador Edemilson Daufenbach ( PSD ):
 
Primeiramente o Vereador agradeceu a secretária de saúde do município, a Sra, Nilva Schlickmann Pickler, por ter atendido um pedido feito através de indicação feito no passado, onde construiu uma rampa de acesso na farmácia no pronto atendimento.
Em um segundo momento o vereador cobrou explicações em relação à regularização fundiária, a regularização dos loteamentos clandestinos, existentes a cidade.
Disse que muitas pessoas tem o procurado para ter informações sobre o assunto, o vereador pediu para que o líder do governo leve ao executivo municipal o pedido e que trouxesse alguém da prefeitura que esteja por dentro do processo para prestar esclarecimentos, disse que os vereadores participara de reuniões onde há interessados no assunto e disse que quer colocar em “pratos limpos”, pois é o sonho de muitas pessoas ter seus lotes com escritura, para que que se possa fazer melhorias através de financiamentos da Caixa Econômica Federal.
Falou que muitas são as ruas sem esgoto e água encanada, e pra elas esse projeto é muito importante, finalizou que precisam dar explicações.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 27/03/2015 - 10:35:00 por: Amilton Becker - Alterado em: 25/05/2015 - 10:08:58 por: Amilton Becker

Boletins